Em busca do Nada

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Por Rafael Cajado em Ilusão de um Verso

O acaso é amigo do meu coração – Rodrigo Amarante

Em busca do Nada

Pude ver que o sonho era pouco

Que estava sozinho em um silêncio rouco

Que estava louco por não querer ser assim

Me fingir de burro para você sobressair.

«»

Meu amor, nunca diga que sou sua vida

Pois nem da vida eu sei…

Viver é para quem sabe

Sou mais uma vítima do amor

Mas isso não vale…

«»

Acordar para quê?… Se meu sonho é te ter

Dormir para quê?… Se meu ar é você

Morrer para quê?… Se eu quero te amar

Viver para quê?… Se a dor vai me matar

Chorar para quê?… Se meu riso é teu ser

Sorrir para quê?… Se você está longe de mim.

O que me restou? … Nada, sou o mesmo poeta

De terno e gravata esperando a sua chegada

Olhando firmemente pela janela

Sabendo que ela nunca vai chegar

Mas alimentando o amor

Que me faz sonhar.

«»

Pensando na vida, inventando uma saudade

Escutando mentiras, retratando a falsidade

E o palhaço sem maquiagem tendo surtos

De um aquáriano em delírio diário falando coisas

«»

Sobre a vida que qualquer um pode ver em um cardápio

Procurando algo sem saber bem o que é…

As manchetes de jornais escrita por um sensacional da esquina

Resmungando a vida feito solidão de Outono

Vivendo outrora um abandono de quem já foi perdido

«»

Na minha cabeça só existe uma frase: Princesa medieval

Te amo mais que um bobo formal.

Quero gritar, ir para rua dizer minhas fraquezas

Sorrir feito louco, chorar de pouco em pouco

Mandar todo mundo pro inferno…

Desejar um futuro melhor e mais perto

«»

Dizer coisas sobre a vida…Calado sem sono

Na mesma tirania dividida…

Escutando notíciasque já passaram…

Escrevendo loucuras do meu passado…

E no fim, querendo que todo mundo tenha

Um final feliz.

Rafael Cajado

Dedico essa música ao amigo Cláudio Henrique que viveu como nunca e partiu deixando o legado de viver a vida como se fosse o último dia,porém feliz!

Á você amigo,a dor da saudade, e na memória apenas felicidade.

Até mais.




Postagem original no Portal Arte & Cultura na coluna "Ilusão de um verso"

Clique Aqui »» Em busca do Nada

0 comentários:

S.C Arte&Cultura

Fases...

Fases...
ora sou menino,ora adulto,músico,desenhista,poeta,escritor,louco,insano e desproporcionado,mas a verdade disso tudo é que vivo apaixonado!

Site de Arte&Cultura

Poetas

Poetas
Todo poeta precisa de inspiração,e não vive sem uma "MUSA",pois poetas vivem apaixonados e compõem em meio a surtos de amor e devaneios...

Blog Archive